Falhar, teclado

“O caminho mais rápido para o sucesso é dobrar a sua taxa de fracasso.”

~ Thomas J. Watson Sr., Fundador da IBM~

Embora esta citação não seja de nenhuma maneira um dogma, nem uma maneira desejável de alcançar o sucesso, uma infinidade de empresas tiveram de experimentar – e aprender de – grandes fracassos. Encontrar e examinar as razões do fracasso é uma parte crucial do ciclo de gerenciamento do projeto. Aqui estão três exemplos de projetos fracassados mais desastrosos da história:

1. Sistema de bagagem automatizada do Aeroporto Internacional de Denver

Quem falhou?

O Aeroporto Internacional de Denver (DIA), o maior aeroporto nos Estados Unidos por área total, e o 6º mais movimentado pelo tráfego de passageiros.

O que eles estavam tentando conseguir

Em 1991, o DIA tentou remodelar e atualizar o árduo e demorado sistema de check-in e transferência. A ideia envolvia etiquetas com código de barras sendo fixadas em cada peça de bagagem que entravam a “Veículos com destino codificado”. Isso automatizaria completamente todas as transferências de bagagem, integraria todos os três terminais, e reduziria significativamente o tempo de manobra das aeronaves.

Sabemos que as cinco variáveis-chave que todos os gerentes de projeto têm de lidar são escopo, tempo, custo, qualidade e risco. Se cada um deles tivesse uma caixa de seleção ao lado, o IA teria uma cruz vermelha grande e grossa em cada um.

Quando o DIA contratou a BAE Systems para desenvolver o sistema de tratamento de bagagem automatizado, ignoraram completamente os prazos previstos pela BAE, em vez disso insistiram teimosamente na sua programação irrealista de 2 anos. O projeto teve o escopo reduzido, e a gerenciamento assumiu quantidades desnecessárias de risco. Talvez a decisão mais prejudicial fosse a de não incluir as companhias aéreas nas discussões de planejamento. Ao omitir as principais partes interessadas, a provisão de recursos para bagagens de grandes dimensões, equipamentos de esporte e esqui e pistas de manutenção separadas não foram concebidas de forma adequada.

Grandes porções de obras “Concluídas” tiveram que ser refeitas, a abertura do aeroporto foi adiada por 16 meses, e foram acumuladas perdas de aproximadamente 2 bilhões de dólares. Todo o projeto foi desmantelado em 2005.

2. Projeto de IT Civil do NHS

O Serviço Nacional de Saúde (NHS, na sigla em inglês), o sistema público de saúde da Inglaterra, o maior e mais antigo do mundo.

O que eles estavam tentando conseguir?

O projeto teve como objetivo revolucionar a forma como a tecnologia é utilizada no setor da saúde abrindo o caminho para registros eletrônicos, escaneamento digital e sistemas de TI integrados entre hospitais e cuidados comunitários. Teria sido o maior sistema de computador civil no mundo.

Por que fracassaram?

Se você tivesse que identificar o maior problema do projeto, você precisaria de um monte de marcadores. Disputas contratuais atormentaram a NHS desde o início, com mudanças nas especificações, disputas de fornecedores e problemas técnicos difundidos ao longo da condenada existência do projeto.

Expectativas irrealistas tanto de prazos como de custos não tiveram ajuda da pesquisa preliminar inadequada, a incapacidade de realizar análises de progresso, e uma clara falta de liderança. O projeto tem sido referido como o “maior fracasso de TI já visto” e “um desperdício escandaloso do dinheiro dos contribuintes”. As estimativas dos danos infligidos aos cidadãos britânicos flutuam, atualmente oscilando precariamente em torno da marca de 10 bilhões de libras.

Enquanto o benefício da retrospectiva elucida como a natureza politicamente motivada do projeto top-down nunca iria atender as necessidades localizadas das divisões da NHS, ainda veremos se o ambicioso projeto nunca vai ser tentado novamente.

3. Projeto Stretch da IBM

Quem falhou?

A International Business Machines Corporation (IBM), a empresa multinacional de tecnologia e consultoria que constantemente encontra-se nos escalões superiores das listas de ranking de marcas mundiais.

O que eles estavam tentando conseguir?

No final de 1950, a IBM decidiu projetar e construir o computador mais rápido e tecnicamente mais avançado do mundo, o supercomputador IBM 7030 Stretch. O computador teria de 100 a 200 vezes a velocidade e o nível do desempenho de seu concorrente mais próximo, assim, “esticando (stretching)” os limites existentes de projeto do computador. Este objetivo ambicioso e impressionante teve seu preço fixado em 13,5 milhões de dólares.

Por que fracassaram?

O líder do projeto, Stephen W. Dunwell recordou mais tarde que o que fez o projeto tão complicado era que “muitas coisas mais do que nunca antes tinha que estar simultaneamente em um computador”. Os engenheiros enfrentaram um conglomerado de desafios na concepção e fabricação de diversos elementos do sistema inovador; um switch de compartilhamento de carga que permitiria o uso de transistores para dirigir a memória de núcleo de ferrite estava entre estes problemas.

As previsões excessivamente otimistas significavam que os prazos e os custos do projeto foram severamente ultrapassados. Além disso, quando a primeira versão de trabalho do Stretch foi testada no início de 1960, era apenas 30 vezes mais rápido que seu antecessor. Isto foi visto como um fracasso e o preço dos sistemas que já haviam sido encomendados foi reduzido a 7,78 milhões de dólares, abaixo do preço de custo.

Havia uma fresta de esperança, entretanto. A fabricação, embalagem e inovações arquitetônicas que o Stretch promoveu foram a pedra angular de muitos dos desenvolvimentos futuros da IBM, e ajudou a catapultá-los para a vanguarda da indústria. Se tais expectativas elevadas não tivessem sido definidas neste momento, talvez o projeto pudesse ter sido um sucesso. Infelizmente, o Stretch está resignado aos livros de história como sendo parte de listas de “fracasso de gerenciamento de projetos” como tal.

ITM Platform é uma solução SaaS que simplifica, planeja, rastreia e permite a colaboração entre os membros de sua equipe. De acordo com os objetivos da empresa e governabilidade IT. Isto permite melhorar operações, reduzir o tempo e o custo da execução dos projetos em 30%.

ITM Platform lhe oferece a solução SaaS que permite implementar seu negócio de forma mais fácil e com menor risco de mercado.
Artigo  escrito por Ben Jacobs, Assistente de Marketing na ITM Platform

Receba as últimas notícias da ITM Platform